a cave

Posted in poesia by homem da cave on Janeiro 30, 2007







27. Nostalgia

Às vezes não tinha medo da morte
poderia vir o chamado fim
com sua grande lentidão de pormenores.

Sentava-se ao canto da sala
por ser o sítio mais fácil de conquistar
como um grande barco na tempestade
com fumo de carvão e nuvens
ligeiramente inclinado no flanco de uma onda.
O chamado amor, sim, existia
tinha sempre a quem telefonar.

A chamada melancolia
não tem grandes motivos para existir.
O corpo desliza na poltrona
como ela
até lugar nenhum.





2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Maria said, on Janeiro 30, 2007 at 00.00

    Pode-se comentar em nostalgia? Bom leitor de almas, homemdacave. Palavras fortes.

  2. hfm said, on Fevereiro 1, 2007 at 00.00

    Gostei muito de ler.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: